Sinto falta, mas não quero mais.

Por ser intensa, sinto demais. Demais mesmo.

E quando o assunto é saudade, sou um mar sem fim. Um oceano talvez. Sinto falta do que tive, do que vou ter e do que não tive, mas quis. E ultimamente tenho vivenciado uma saudade estranha. Como é possível sentir falta de algo que não quero mais? Começo a stalkear. Visitar perfil do Facebook. Incito conversas com amigos em comum e de repente: “Tem visto fulano? Me disseram que ele tá bem. Tem notícias? Nada de novo. Apenas uma pergunta: “pra que você quer saber?”. Digo que é curiosidade e que não tenho mais interesse. Rum, sei!

É só curiosidade mesmo. Saber se ele está bem, se já tá namorando ou o que tem feito da vida. Vou então pro whatsapp. Abro a tela. Confiro a última hora em que ele visualizou. Saio da tela e deito na cama. 5 minutos. Clico na tela novamente. Online. Amplio para ver a foto. Liguei. Um toque. Um desespero: “que merda, quem foi o imbecil que inventou de colocar um botão de ligar do lado da foto do whatsapp?”.

Espero um “oi me ligou pra que?”. 30 minutos. Nada. Espero mais um pouco, afinal a última hora em que ele visualizou foi no momento da ligação. 45 minutos. Mando um oi. Mais 15 minutos. Abro a tela e nada. Que se dane! É mesmo um idiota. Por isso estou certa de não querer alguém assim. Mais 30 minutos. “Onde eu tava com a cabeça quando cogitei sentir saudade desse cara?” 1h30 depois. Uma notificação. “Oi tudo bem? Você me ligou?” Agora é minha chance, não vou nem responder. Penso. 5 minutos. “Foi. Liguei errado. Ia mandar uma foto e cliquei no botão sem querer.” “Pensei que quisesse falar alguma coisa.” Coloco uma carinha insignificante e dou a conversa por encerrada. Nossa que chato.

5 minutos depois. “Tava pensando aqui. Bem que a gente poderia sair né?” Se ele pensa que pode me chamar pra sair e que eu vou aceitar, eu mesmo que… “Qual dia mesmo?”.

Vanessa Pérola

Achada em sua graça, lugar que me faço feliz. Quando olho em seus olhos, sei quem realmente sou. Que as palavras aqui escritas, encontre repouso em seu coração! Não curto café, nem mimimi!