Eu lhe amei quando você nem sabia o que era o amor…

Peço que saia do lugar que se esconde. Eu sou a sua proteção. Não há porque temer e nem se envergonhar, nem encubra o que eu já vi. Não pense que sou como as pessoas que você precisa se esconder. Antes mesmo de você ser, eu já sabia. Pequena filha, eu te amei antes mesmo de você saber o que era o amor. Eu vi tudo em você e, mesmo assim, escolhi a cruz. A cada minuto de dor, eu pensava em te ter. Livrei-lhe de todo grilhão da morte e rasguei o véu somente para tê-la bem perto. Entenda que não há nenhuma razão para manter-se longe, o seu lugar é dentro de casa.

Você pode estar distante agora, mas o meu farol vai ter encontrar. Acene para mim e, então, eu acenderei minha luz. Não precisa ter medo da intimidade, eu lhe criei para isso. Essas mãos que você tem, eu as fiz para segurar o meu amor. Os seus pés foram formados para caminhar em nosso jardim e os seus olhos para contemplar o meu rosto. A sua voz foi criada para cantar canções que alegram meu coração e os seus ouvidos para ouvir sobre o quanto é amada. Esse cabelo que você tem, eu que teci. Contei cada fio enquanto observava seus olhos contemplando a felicidade do meu ser em te ter nos meus braços. Queria que soubesse o quanto você me captura quando para tudo só para me olhar. Você foi feita para intimidade.

Não foi você que me escolheu, mas eu escolhi você. Apenas pare e dê uma olhada em tudo o que construímos. Não há porque temer. Lembre-se da longa jornada de perdão e amor que você trilhou até chegar a mim. Lembre-se de como eu nunca lhe deixei só e do quanto eu torcia a cada novo passo que você encerrava. E eu quero que saiba que eu não eu não vejo problemas em começar tudo de novo, se isso for necessário. Porque eu amo você e espero o tempo que for preciso. O seu lugar é em meu amor.

Eu vejo você correr e, filha, você está quase em casa agora. Não desista. Venha! Deixe-me fazer parte da sua história. Você foi criada para morar no meu abraço.

Não há medo no amor. E eu quero ficar perto de você como estás. Deixe-me queimar novamente em seu coração uma nova canção, um novo amor. Olha pequena, por vezes, ser corajoso pode doer. Mas nesse momento olhe para mim e encare seus medos. Na paixão que eu sinto por você, encontrará força.

E, mesmo que o céu pareça escuro, lembre-se que ao findar o seu curso, ele voltará a brilhar. O meu amor constante continua a lhe segurar. Solte tudo o que prende as suas mãos e agarre-se em mim.

Vejo você saindo do esconderijo. Corra, esconda-se em mim. Pois eu já lhe amava, antes mesmo de você saber o que era o amor. O que você fez transformou-se em coisas esquecidas. Estou derramando em você o bálsamo que cura a sua dor. E, mesmo que ainda temerosa, o meu perfeito amor vai romper as barreiras. E todas as mentiras que gritam dentro de você vão silenciar. Eu te trouxe até aqui e o fim dessa estrada é apenas o começo. Em meus braços você vai perceber que nenhum temor é páreo para meu amor. Feche os olhos e deixe-se ser desfeita, refeita e recriada. Escute a nova canção, ela fala do cuidado que tive enquanto esteve longe, ela canta da minha bondade. Dance menina, afinal eu lhe amei quando você nem sabia o que era o amor.

Acorde! Seu novo dia já nasceu. Eu pintei para você. Veja de quão longe você veio e sinta o quanto meu coração bate por tê-la de volta. Afinal, eu lhe amei quando você nem sabia o que era o amor.

Follow on Bloglovin  

Cristã. Estudante de psicologia, amiga e sonhadora. Inquieta e tagarela. Amante dos cachos, apaixonada por vírgulas. Posso dizer que amo estar envolvida nas questões sociais e fazer novas amizades. Sempre aberta ao diálogo e a dar conselhos sobre os mais diversos temas. Amo escrever e por isso criei o blog. Um sonho: ter um livro publicado! Quer conversar? Chama nas redes sociais ou no email, será muito legal bater um papo com você.